Vida de Princípios

 

 

I – A Bíblia é a Palavra de Deus.

E é nela que encontramos o Senhor. É por meio dela que Ele fala conosco. Seu foco é a pessoa de Deus e está cheia de sua grandeza. O propósito das Escrituras é nos revelar a Pessoa de Deus e inspirar a nossa confiança n’Ele.

A Bíblia é um manual de fé em Deus que nos foi dado  a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra – 2Tm 3.17. É a voz de Deus que nos aconselha a renunciar aos nossos questionamentos e dúvidas, a abandonar nossos receios e a prosseguir com Ele.

A História reflete a visão dos autores humanos sobre a vida. A Bíblia é o resumo fornecido por Deus sobre os acontecimentos, sob uma visão divina das coisas e é, totalmente digna de confiança.

 

Responda – Qual é a origem e propósito das Escrituras?      2Timóteo 3.16, João 5.39

 

II – O ponto central da revelação divina é o sacrifício expiatório do Filho de Deus. E essa revelação constitui o eixo principal do Calvário – onde deveria estar o nosso foco. O nosso entendimento deve estar embasado diretamente na Bíblia como um todo, e não em algumas seleções casuais de pequenas porções dela.

A Bíblia é o único livro que revela a face de Deus e permite que vejamos como Ele se revelou gradualmente, através dos anos, à medida que o homem ia tendo condições de assimilar – Porque é preceito sobre preceito, preceito e mais preceito; regra sobre regra, regra e mais regra; um pouco aqui, um pouco ali –  Isaías 28.10. A Bíblia continua sendo a única e mais completa resposta para as questões da vida – simplesmente não existe outra. A razão da existência da Bíblia não é nos levar a pensar, mas sim nos fazer agir!

III – … de tal maneira… Deus nos ama com um amor intensamente apaixonado. Se olharmos atentamente para João 3.16, perceberemos esta verdade – Porque Deus amou o mundo de tal maneira… Ele nos amou entregando o Seu Filho para que fosse pregado no madeiro. O grande amor de Deus nos foi demonstrado por intermédio de Seu Filho – entregando Cristo para ser cruscificado. As palavras “de tal maneira… que” nos mostram claramente que Deus planejou algo especial – uma grande invenção de amor que nos concede a vida eterna. Leia – Rm 5.8

Ressuscitado dos mortos, Jesus manda seus servos em missão por todo o mundo. Um grupo de simples camponeses e pescadores, mas com um importante diferencial – eram batizados com o Espírito Santo: Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura – Mc 16.15. E eles foram, cruzando  fronteiras internacionais, vencendo antigas culturas pagãs e carregando a chama de Deus entre as trevas, em meio a um sistema de crueldade e avareza implacável.

Assim como Moisés não entendeu os propósitos de Deus logo no início, o mesmo acontece conosco. Entretanto, ler a Bíblia nos ajuda nesse sentido. Quanto mais O conhecemos, menos questionamos. O processo de conhecermos ao Senhor começa aqui: O temor do Senhor é o princípio da sabedoria – Prov. 9.10, e é por intermédio da Sua Palavra  que nós O conhecemos e apreciamos o Seu caráter e Sua maneira de agir. A Bíblia O revela a nós. Portanto, quanto mais conhecemos a Deus, mais entendemos a vida e seu propósito.

 

Qual é o propósito da sua vida neste mundo?

O que o “Ide” tem a ver com você?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *