RESTAURAÇÃO

Tenho seguido, no instagram, alguns colecionadores de pranchas e tenho visto postagens de muitas pranchas icônicas que me trazem agradáveis lembranças de vários legends e suas performances. Mas o que mais tenho curtido são as postagens de trabalhos de restauração de pranchas antigas. É incrível!

Em alguns casos, pranchas são restauradas a partir de blocos bastante danificados, e, em outros, a restauração é feita a partir de “cascas vazias” de laminação, surradas pelo tempo, desbotadas, encardidas e quase irreconhecíveis como uma prancha. Nas mãos de shapers habilidosos, as pranchas estragadas e destruídas são feitas pranchas novas, com forma e cores originais, assim como elas eram no princípio. Coisa impressionante!

Não seria uma maravilha se com a vida pudesse acontecer algo parecido?

Quantas são as coisas em nossas vidas que estão estragadas e, algumas vezes, já destruídas, que precisam de restauração? O senso de valor, a autoestima, a paz consigo mesmo. O coração impuro e marcado por maldade e malícia. Os desejos egoístas que nos dominam, nunca são satisfeitos e ao mesmo tempo machucam os outros.

Os relacionamentos familiares, de amizade, no emprego, na escola, na igreja. O coração que busca o próprio interesse e não se importa com os outros. A boca que fere e não edifica. As atitudes que afastam e não colaboram. O desejo de eu ser amado que não é correspondido porque não existe a minha disposição para amar… e a lista é grande e cada um pode acrescentar os seus estragos.

E quando fazemos esse tipo de exame em nossa vida, quantas vezes nos damos conta de que não são apenas partes da vida que precisam de restauração, mas, sim, a vida como um todo?

E quantas vezes nos perguntamos, “será que algum ‘shaper’ pode fazer uma restauração da minha vida”?

A má notícia é que todos precisamos de restauração da vida. O nosso problema não é que temos apenas alguns erros e defeitos que precisar ser consertados. O nosso problema é que o “bloco” (o centro) da vida está estragado.

A origem de todas os defeitos e estragos em nossa vida está na rebeldia contra Deus; na recusa de deixar Deus ser Deus em nossa vida. A falta de confiança em Deus nos faz rejeitar a sua Palavra e a desobedecer aos seus planos para nossa vida. Daí é que se desenvolve toda a maneira de pensar, de falar, de agir, de entender e de viver a vida que causa estrago e destruição em nós e atinge as pessoas de nosso convívio.

A boa notícia é que Deus é o “shaper” que nos fez e que quer e pode restaurar nossas vidas estragadas e destruídas. Ele veio até nós na pessoa de Jesus Cristo com a missão de buscar e salvar os perdidos; de dar descanso aos cansados e sobrecarregados; de conceder consolo e paz aos aflitos e atribulados; de renovar a esperança aos desesperados; de renovar os quebrantados; de dar vida aos que estavam mortos em seus delitos e pecados.

Deus não nos fez para experimentar estrago e destruição. Nos fez para ter vida plena. Contudo, quando nos afastamos de Deus, a vida plena não é possível e o caminho da destruição se instala e toma conta.

Deus nos ama tanto que não quer nos deixar neste caminho de destruição. Ele nos convida a confiar que Jesus Cristo é o caminho da vida; o caminho que restaura o relacionamento de paz com Deus, conosco mesmos, com o nosso próximo e com toda a criação.

O trabalho de restauração de pranchas antigas é impressionante. Mas mais impressionante e maravilhoso é o trabalho de restauração de vidas estragadas e destruídas que Deus faz nas pessoas que o buscam.

Não sei quais são as coisas que estão estragadas e destruídas em sua vida, nem a dimensão de estrago e destruição que você tem experimentado. Mas sei quem pode restaurar. Busque a Cristo. Confesse a ele seus pecados e reconheça que você precisa dEle. Ele se deixa encontrar por quem o busca de coração. Ele não rejeita ninguém que vai até Ele. Ele acolhe, perdoa e restaura.

Tudo Jesus Cristo pode restaurar e fazer novo. E não há estrago que seja tão pequeno que não precise da sua restauração, e não há estrago tão grande que não possa ser restaurado por Ele.

Jesus diz: “O ladrão só vem para roubar, matar e destruir; mas eu vim para que tenham vida, a vida completa” (João 10.10).

Por: Marcelo Jung

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *