QUEM É VOCÊ ?

 

johnjohn

Com a vitória na última etapa, em Portugal, John John Florence conquistou o circuito mundial da WSL e recebeu o título de campeão mundial de surf de 2016.

Com esse título, o havaiano acrescentou, não apenas mais um título em sua carreira, mas também mais uma característica à sua identidade. Prova de que o título passa a ser uma característica de sua identidade é a apresentação de Martin Potter nas transmissões dos eventos da WSL: “Mrs. Martin Potter, 1989 World Surfing Champion”. Isso faz pensar em quem somos.

Algo que constitui nossa identidade é justamente aquilo que os outros reconhecem em nós; é aquilo que os outros dizem de nós. Essas informações, vinda dos outros, auxiliam em nosso saber a respeito de nós e contribuem para formar a compreensão que temos de nós mesmos; contribuem para nossa identidade. E, nossa identidade, determina a maneira como vivemos.

Claro que, muitas vezes, o que dizem de nós pode não ser verdadeiro. Mas, infelizmente, ainda assim, poderá ser assumido como parte de nossa identidade. Por exemplo: alguém que ouviu repetidas vezes que não tem muito valor, tenderá a se compreender e agir como alguém sem valor. Alguém que ouviu repetidas vezes que não é capaz, tenderá a ser limitado em suas iniciativas e ações…

Por isso, o importante é nos perguntar: a quem ouvimos para saber quem somos?

Neste mundo são muitas as vozes que dizem algo a respeito de nós. As modas, os padrões de beleza, as propostas de comportamento e de relacionamentos, as ideologias e filosofias… e por aí vai. Essas vozes, em sua grande maioria, procedem do coração humano. E, por ser pecador, do coração humano “provêm os maus pensamentos, os crimes de morte, os adultérios, as imoralidades sexuais, os roubos, as mentiras e as calúnias” (Mateus 15.19). É fácil perceber como essas vozes são ouvidas e acreditadas; como tem determinado o proceder e tem destruído vidas.

Há também a voz de quem sabe exatamente e completamente quem nós somos. A voz que só diz a verdade e que dá vida plena. A voz de Deus, o Pai de Jesus Cristo. Esse Deus nos diz que somos eternamente amados por Ele; que somos pessoas de valor eterno, por quem Ele deu a sua própria vida; que por sua graça recebemos perdão de nossos pecados; que por sua graça somos feitos seus filhos e filhas; que no poder de seu Santo Espírito morremos para o pecado e vivemos para santidade; que assim como Jesus Cristo ressuscitou dos mortos e vive eternamente com Deus, também nós ressuscitaremos e viveremos eternamente com Deus… e muitas outras afirmações maravilhosas faz a nosso respeito (não deixe de estudar a sua Palavra na Bíblia para saber mais).

A quem temos ouvido? Que afirmações a nosso respeito tem formado a nossa identidade? As vozes do mundo ou a voz de Deus?

Deus deseja que conheçamos o que Ele diz de nós. E não apenas conheçamos, mas deixemos que o que Ele diz de nós seja ouvido, acreditado, forme nossa identidade e determine nossa vida.

Quando alguém perguntar “quem é você?”, pela fé em Jesus Cristo, podemos responder “sou o que Deus diz de mim… um pecador agraciado, feito, em Jesus Cristo, seu filho amado, sua filha amada; sou nova criatura; herdeiro da vida eterna…” e quanto mais conhecermos o que Deus diz de nós, melhor poderemos completar a lista.

Que Deus nos ajude a ouvir a sua voz e viver a partir do que Ele diz de nós – viver vida plena.

“Então disse Jesus para os que creram nele: Se vocês continuarem a obedecer aos meus ensinamentos, serão de fato, meus discípulos e conhecerão a verdade, e a verdade os libertará.” João 8.31-32.

 

Por: Marcelo Jung

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *