QUE MARCA VOCÊ DEIXARÁ?

Brock_Little

Há poucos dias, tivemos a triste notícia do falecimento de um “big rider and a great person”, o legend Brock Little (18/02/2016). As manifestações que povoaram as redes sociais deixaram ver o grande impacto que este surfista teve na vida de muitas pessoas.

Pelo seu surf e pela sua pessoa. Lembro que nos anos 80, eu não dizia surfar parecido com o Brock (eu tinha 14 anos) apenas por ser goofy, e não regular como ele… mas toda nossa galera tinha a maior admiração por ele… e quando o mar crescia (nada parecido, nem de muito longe, com os padrões de Waimea Bay) todos, sem exceção, queriam ter atitude de Brock Little.

Isso me fez pensar em algo que todos carregamos. O desejo, ou melhor, a necessidade de que nossa existência cause algum impacto e deixe alguma marca neste mundo.

Esse desejo todas as pessoas têm. E é bem fácil de entender porque. Ele já vem junto conosco desde a criação. Deus nos fez conforme a sua imagem e semelhança (Gênesis 1.27). Isso quer dizer, entre outras coisas, que Deus nos fez para sermos uma representação Sua, uma imagem Sua neste mundo e deixar uma marca Sua, um impacto Seu por meio de nossa existência.

Se, “de lambuja”, causarmos um impacto e deixarmos uma marca com o surf….beleza! Mas isso será apenas um bônus….o impacto que Deus planejou para nós, cristãos, é o da Sua manifestação em nossas vidas e por meio de nossas vidas.

Com isso, lembro do relato bíblico sobre uma mulher, chamada Tabita (ou Dorcas [em grego]), moradora da cidade de Jope, que havia falecido e que o apóstolo Pedro, no poder do Espírito Santo, ressuscitou (Atos 9.37-43).

O relato conta que, depois de ter sido chamado e se dirigido à Jope, ao chegar, Pedro foi recebido pelas viúvas (que eram as pessoas mais pobres da época), que o cercaram e mostravam as roupas que Tabita havia feito para elas durante a vida. Esse foi o impacto que ela causou. Foi a marca que ela deixou.

Interessante é o registro da descrição de sua pessoa: Na cidade de Jope havia uma seguidora de Jesus chamada Tabita. (esse nome em grego é Dorcas) Ela usava todo o seu tempo fazendo o bem e ajudando os pobres. (Atos 9.36). Era uma seguidora de Jesus porque Deus havia se manifestado na vida dela, fazendo-a conhecer o Evangelho e capacitando-a a crer em Jesus Cristo. Usava todo o seu tempo fazendo o bem e ajudando os pobres porque Deus se manifestava por meio dela na vida das outras pessoas – ela agia conforme o caráter de Deus; ela agia a partir do amor de Deus.

Brock Little causou um impacto e deixou sua marca no mundo do surf. Tabita causou um impacto e deixou sua marca no mundo de quem precisava de ajuda. Que impacto você causará e que marca deixará em sua existência?

Deus nos criou para sermos Sua imagem e deixar Sua marca neste mundo.

Jesus Cristo nos resgatou para sermos dele, sermos seus representantes e deixarmos Sua marca por nossa maneira de ser e viver.

O Espírito Santo atua em nós, nos marcando com a marca de Cristo e colocando neste mundo, por meio de nós, a marca de Cristo.

E reparemos na história de Tabita: deixou boa marca com atitudes muito simples. Um olhar atento às pessoas ao seu redor e pequenas atitudes concretas de amor, cuidado e auxílio nas necessidades. Atitudes simples, mas inspiradas no caráter e no amor de Deus.

Jesus disse aos seus discípulos: “Vocês são a luz do mundo (…) vocês devem brilhar para que outros vejam as coisas boas que vocês fazem e louvem o Pai de vocês, que está no céu.” (Mateus 5.14 e 16).

Vivendo em conformidade com a vontade de Deus para nós, certamente causaremos bom impacto e deixaremos importantes marcas na vida das outras pessoas. Talvez, ao contrário das marcas deixadas por Brock, as marcas de nossas vidas não ganharão as mídias sociais… mas, certamente, estrarão escritas no “Livro da Vida”! Para a glória de Deus!

Aloha!

Good waves and live to Jesus!

 

Por: Marcelo Jung

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *