Pessimismo: O agente do mal

 

Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus. Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.” (Fp 4.6-8)

 

O PESSIMISMO É UMA ARTIMANHA SATÂNICA QUE TRANSFORMA A MENTE CRIATIVA E SADIA QUE DEUS CRIOU EM UM OBJETO PROPENSO À MALDADE E À DERROTA.

 

1. O QUE É PESSIMISMO?

Pessimismo é uma inclinação a ver as coisas no seu aspecto mais desfavorável; uma atitude pessoal com respeito à vida, que considera que o mal supera o bem, inevitavelmente.

Ele manifesta-se de muitas maneiras: desilusão com a vida, queixas de tudo, desconfiança de todos, lástima por si mesmo, suspeita contínua de tramas mal intencionadas por trás de tudo.

É uma tendência a crer nas mentiras de Satanás, em vez de crer na verdade de Deus; crer que o bem durará muito pouco, que possui má sorte, etc.

O pessimismo é uma atitude contagiosa, que se apresenta pela ideia fixa de que toda situação é irremediável. É uma mentalidade negativa que não traz nada de construtivo para a vida da comunidade.

O pessimista projeta o seu modo de ver as coisas sobre tudo o que vê e sobre todas as situações. O pessimismo não tem uma causa objetiva mas, sim, subjetiva; tem suas raízes no egocentrismo. É um enfoque subjetivo, pessoal da vida; tudo o que vê é através de si mesmo.

Nota: A tristeza, a angústia e outras emoções sombrias não refletem pessimismo quando essas têm causa objetiva.

 

 

2. A VITÓRIA SOBRE O PESSIMISMO

A resposta cristã para o pessimismo não é o otimismo; mas, sim, a e a confiança em Deus.

 

é realismo do ponto de vista de Deus; é olhar as coisas como elas são realmente, e não como aparentam ser (Hb 11.1; 2 Co 4.17,18). A nossa fé é a vitória que vence o mundo (2 Jo 5.4,5).

O cristão firma a sua fé sobre uma base sólida ao declarar:

 

1. CREIO que Cristo tem poder para me salvar do pecado. Todo pecado é essencialmente egoísta e egocêntrico. Portanto, para ser liberto do pessimismo, devo ser salvo do egocentrismo, liberto de mim mesmo (Is 61.1-3; Sl 30.11,12).

 

2. CREIO que Cristo reina. Ele é soberano sobre tudo o que existe; é Criador, Sustentador e Consumador da vida, e tudo está sob o Seu domínio. ALELUIA! (Sl 97.1; 1 Co 16.31; Cl 1.16,17; Hb 1.2,3; Ap 19.6.)

 

3. CREIO que Deus me ama e ama a todos os homens. Aquele que sabe que Deus o ama, não pode ser pessimista, pois o amor de Deus é positivo, dinâmico; o amor lança fora o medo 

medo (Rm 8.35-39; 1 Jo 4.18).

 

4. CREIO no poder da ressurreição de Cristo e em Seu triunfo definitivo (Ap 1.17,18). Sua vitória é a nossa vitória. O caminho do justo se aperfeiçoa todos os dias, continuamente (Pv 4.18; Fp 1.6; 4.13).

 

5. CREIO que Deus tem um plano para a minha vida, e que Ele intervém ativamente em todas as coisas, pelo bem dos Seus (Rm 8.28; Mt 10.29-31); Ele tem poder para mudar as coisas. Qualquer situação pode ser mudada, transformada, e preparada por Ele. Nenhuma situação está determinada ou é irremediável até que Ele assim o determine.

 

Deus responde às orações. E temos visto isso tantas vezes que não devemos mais duvidar (Ef 3.20; Rm 8.26,27; Jo 14.13,14). Entretanto, o homem que persiste em seus propósitos egoístas acaba por separar-se de Deus; e isso é pior que suas projeções mais sombrias.

 

 

3. CONSELHOS PRÁTICOS

  1. Arrependa-se – Reconheça que o pessimismo desonra a Deus; é pecado e não concorda com a revelação de Deus: “Negue-se a si mesmo”. Renuncie ao egocentrismo e confesse-o como pecado a Deus.
  2. Com uma atitude clara de sua vontade, coloque sua vida sob o senhorio de Cristo e creia que Ele governa sobre tudo.
  3. Discipline a sua mente e a conforme continuamente com a verdade revelada por Deus (1 Pe 1.13; Rm 12.2; Ef 4.23; Dt 6.5-9).
  4. Leve a Deus todas as suas cargas e aflições (Fl 4.6,7; 1 Pe 5.7).
  5. Resista firmemente a todo o espírito de angústia, desânimo ou depressão, em nome do Senhor Jesus (Ef 4.27; Tg 4.7).
  6. Dê sempre graças a Deus por tudo (Ef 5.20; 1 Ts 5.18).
  7. Proclame a verdade de Deus com fé e gozo (Ef 6.17; Rm 10.9).

 

O pessimismo é um complexo dominante em nossa sociedade, do qual devemos nos libertar. Uma atitude pessimista, fatalista, derrotista é claramente contrária à atitude de fé e confiança que caracteriza os que vivem no Reino de Deus.

Lembre-se de que podemos todas as coisas “naquele que nos fortalece”. Que podemos confiar e esperar no nosso Deus e Pai, que é Soberano sobre tudo e todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *