O que dizer a Deus quando oramos?

Admoesto-te, pois, antes de tudo, que se façam deprecações, orações, intercessões, e ações de graças, por todos os homens.
Por isso, todo aquele que é santo orará a ti, a tempo de te poder achar; até no transbordar de muitas águas, estas não lhe chegarão

(1 Timóteo 2:1; Salmo 32:6).

Para orar verdadeiramente é preciso conhecer Deus e Sua graça. É lógico que oramos pelas necessidades daqueles que amamos, por nossos conhecidos e por nós mesmos. O campo de nossas súplicas se amplia quando pensamos em tantos cristãos que sofrem em países miseráveis ou que os perseguem.

Como não nos comovermos diante de tamanhos sofrimentos que as pessoas enfrentam, sejam elas nossas conhecidas ou não! E também diante da vida vazia que os aparentemente “normais” vivem!

A Palavra de Deus nos convida a orar e interceder por todos os homens. Afinal, somos corpo de Cristo. Somos a boca de Cristo clamando por todos os que não O conhecem, orando por todos os que não oram, agradecendo por todos os que são incapazes de agradecê-Lo por Suas bondades, suplicando ao Pai liberdade para os cativos do diabo, animando os cansados, consolando os fracos, etc.

Nós que conhecemos o amor de Deus revelado em Cristo Jesus temos de interceder por nossos semelhantes que ainda não experimentaram esse incomparável dom.

“A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos” (Tiago 5:16).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *